Escola EB 2,3 João Afonso de Aveiro

... A cultura não se herda, conquista-se!

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Escola EB 2, 3 João Afonso de Aveiro

Destaques

E-mail Print PDF

Diz não ao Bullying!

Visita o site: www.beatbullying.org



No próximo dia 2 de Abril não perca a Palestra "Porque é que algumas crianças não aprendem?"

Campanha de recolha de REEE'S e Feira do Livro Usado

Concurso de Desdobrável e Torneio de Futsal de 7

 

Regulamento do Concurso de desdobrável

aLer+ na rádio

“aLer+  na rádio” é um programa semanal e vai para o ar aos sábados pelas 19 horas. É da responsabilidade do Agrupamento de Escolas de Aveiro e da equipa das suas bibliotecas escolares.

Não deixe de ouvir com o seu educando. Para isso, basta ligar o computador e aceder a: http://www.cm-aveiro.pt/radioas/

 

PROJETO DESAFIOS - 2013 /2014

Tema aglutinador - “A minha Turma é a Melhor da Escola”

Este Projeto pretende incrementar as taxas e a qualidade do sucesso escolar, promover o desenvolvimento sociocultural dos alunos, prepará-los para o exercício de uma cidadania ativa e responsável, consciencializá-los para a adoção de um estilo de vida saudável, melhorar as relações interpessoais em cada turma e reforçar uma imagem positiva do agrupamento junto da comunidade.

Pretendemos ainda dar resposta a algumas das necessidades de melhoria do ambiente de trabalho na sala de aula e nos diferentes espaços escolares e, desta forma, favorecer o desenvolvimento do sucesso educativo dos nossos discentes, criando uma cultura de escola.

Ao considerarmos o envolvimento dos alunos e do grupo turma, estamos a reforçar laços de pertença, procurando desenvolver a necessidade de um esforço conjunto de melhoria e de motivação para a realização de aprendizagens escolares bem-sucedidas, o reforço do respeito pelo outro, pelo espaço escolar, pelos assistentes operacionais, pelos professores e pela própria família.

Ao concebermos este projeto como um concurso de vários desafios, pretendemos cativar e envolver mais facilmente os nossos discentes, atendendo à sua faixa etária e às realidades da vida do nosso quotidiano. O seu sucesso dependerá sempre do envolvimento dos discentes, dos professores e até mesmo da família.


1º Desafio: CONCURSO DE FOTOGRAFIA

Concurso de Fotografia: “Os dois lados de Aveiro”, entrega até dia 22 novembro – 1º período

2º Desafio: CONCURSO DE POSTAIS DE NATAL

Concurso de Postais de Natal, entrega até ao dia 6 dezembro - 1º período

 

Ver mais informação em: Informações, Projeto Desafios.

 

 

Visita de Estudo: Por Terras da Macaronésia – Roteiro Geológico e Paisagístico em S. Miguel e Santa Maria (Açores)

Programa

 

Manuais escolares

Lista dos manuais adotados

Aviso: As disciplinas de Educação Tecnológica 7º/8º/9º anos foram extintas. Por esse motivo avisam-se os Encarregados de Educação que não devem adquirir os respetivos manuais.

 


 

Last Updated on Friday, 04 April 2014 08:27
 

Patrono

E-mail Print PDF

ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO

A Escola João Afonso de Aveiro está a comemorar 40 anos de existência, o que a todos nós muito honra. Por aqui passaram alunos, professores e pessoal assistente que grandemente contribuíram para o seu bom nome e prestígio.

A Escola foi criada em 1968, para servir o concelho de Aveiro e outros concelhos limítrofes, resultante da criação do ensino preparatório. Foi inaugurada a 17 de janeiro de 1973, pelo almirante Américo Tomás, presidente da República e designava-se então Escola Preparatória de Aveiro. A 2 de abril de 1987, através da Portaria n.º 261/87, foi-lhe dada nova designação passando a chamar-se Escola Preparatória João Afonso de Aveiro.

O seu Patrono, João Afonso de Aveiro, consolida a mentalidade do ser aveirense, do espírito de empreendedorismo, esforço, perseverança, conquista, trabalho e desempenho. À sua semelhança, com espírito de trabalho, dedicação e entrega, a direção do Agrupamento de Escolas de Aveiro procura cultivar estes valores em prol do sucesso dos seus alunos.

JOÃO AFONSO DE AVEIRO

“O nome João Afonso de Aveiro figura, com merecimento e relevo, na história impar da gesta heroica dos descobrimentos portugueses e nas páginas da nossa literatura. É cheia de enigmas a sua biografia, em que há perguntas sem resposta claramente demonstradas:

- Será o mesmo João Afonso de Aveiro o homem da literatura e o homem do mar? Em geral admite-se que são dois indivíduos diferentes; mas nada obsta a que sejam a mesma pessoa, que se tenha dedicado não apenas à navegação e ao comércio mas também à poesia na Corte, em boa camaradagem com muitos outros poetas palacianos. Escreveu poemas; o seu nome figura entre os autores do século XV e no Cancioneiro de Garcia de Resende.

- O pronome de Aveiro indicará a sua naturalidade ou será apenas um apelido familiar? Comummente tem-se por sinal da terra onde terá nascido, e isso é-nos extremamente agradável. Todavia, há também quem opine – e com certo fundamento – que João Afonso de Aveiro teria nascido em Coimbra, sendo seu pai Afonso Domingues de Aveiro, o Moço, que por sua vez descendeu de Afonso Domingues de Aveiro, o Velho – este nado, batizado e criado em Aveiro e que, no atual Rossio, adquirira uma marinha de sal. É ainda este Afonso Domingues de Aveiro que nos aparece como partidário do Mestre de Aviz, vivendo em Coimbra, tomou parte nas cortes que aí se realizaram em 1385, como procurador dos concelhos de Coimbra e de Aveiro, para nomearem e aclamarem D. João I como Rei de Portugal. Foi denominado batalhador das liberdades nacionais.

Na atividade marítima, João Afonso de Aveiro foi um dos homens de D. João II que desvendaram os segredos da terra e do mar, no caminho da Índia. Navegou pela Guiné, redescobriu o reino e as terras de Benim e estabeleceu uma feitoria no porto de Gató, para tráfico de escravos e comércio de pimenta, marfim, ouro e outros produtos. O primeiro cronista que se lhe refere é Rui de Pina, na Crónica d’El-Rei D. João II.

(…) João de Barro, na sua Ásia – Década I, atribuiria a João Afonso de Aveiro uma ação decisiva na descoberta da Índia.

(…) João Afonso de Aveiro, falecido na Guiné em 1487, é bem o protótipo dos nossos mareantes que, consagrados às atividades do tráfego comercial por rotas oceânicas, receberam influxos de outras gentes e de outras civilizações e, insensível e concomitantemente, foram alicerçando em si próprios um sentido emancipador de liberdade em face das apertadas e estagnadas tradições ancestrais. In João Gonçalves Gaspar, A Liberdade em Aveiro, pp. 19-21)

 

 

Last Updated on Thursday, 17 January 2013 02:24
 

Manuais Escolares

E-mail Print PDF

Lista dos manuais adotados

 

Last Updated on Friday, 28 June 2013 10:50
 

Obra Poética de João Afonso de Aveiro

E-mail Print PDF

A obra poética de João Afonso de Aveiro encontra-se no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende. Não é fácil encontrar poemas de João Afonso de Aveiro, contudo encontrei uma cantiga em Tesouros da Poesia Portuguesa que passo a transcrever:

CANTIGA

Pois partis e me leixeis
Tão triste, sem galardão,
Tornai-me meu coração,
Senhora, que me levais.

Coração que foste meu,
Se fôsseis meu algum dia,
Nunca mais vos tornaria
A quem tal pesar vos deu.
Mas pois vós vos contentais
D' haver mal por galardão,
Matem-vos meu coração,
Pois vós mesmo vos matais.

(Tesouros da Poesia Portuguesa (1983), António Manuel Couto, Verbo)

Last Updated on Thursday, 17 January 2013 02:38
 

Inquérito

A página está a ficar a seu gosto?
 

Idioma

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Visitas

HojeHoje28
Esta semanaEsta semana280
Este mêsEste mês1658
TotalTotal82859

Utilizadores Activos

We have 1 guest online